03 agosto 2016

Tratando minhas estrias: Carboxiterapia

Carboxiterapia

Oiii gente!

Hoje vim falar sobre um tratamento que eu fiz á algum tempo, chamado Carboxiterapia, para as estrias! Em uma espécie de "resenha"!
Bom, aos 12 anos eu acho, comecei a pegar um pouco de corpo, com isso saltou de uma hora pra outra muitas estrias, porque eu sempre fui magra.
Pra quem não sabe, estrias são, marcas avermelhadas ou esbranquiçadas que aparecem na pele devido a alterações no organismo e que podem apresentar diferentes intensidades.
Elas se caracterizam-se por um rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele, formada por colágeno e elastina (responsáveis pela sua elasticidade e tonicidade). As estrias afetam homens, mulheres em idade adulta ou durante a adolescência, mulheres no transcorrer da gestação, e até mesmo crianças. As estrias geralmente são comuns nas mamas, quadris, culotes, coxas e nádegas.
Então na puberdade, onde eu estava começando a "pegar corpo" e meu bumbum começou a crescer aconteceu isso! Depois só foi piorando, e hoje está num estado como vocês podem ver nas fotos, que há pouca coisa a se fazer.
Quando elas estão no início, que ainda estão vermelhas, dá pra fazer um tratamento com uma pomada, mas como as minhas estão "velhas", então eu tive que recorrer á tratamentos estéticos.
Então eu pesquisei na minha cidade (Vitória, ES), clinicas que faziam esse tipo de tratamento, escolhi uma e fui lá pra fazer uma avaliação.
A clínica que eu escolhi foi a Estética Duarte e a minha doutora foi da Dr. Glaúcia, não me lembro muito bem, porque faz um tempinho. Inclusive foi ela que me explicou o que aconteceu, pra o surgimento dessas estrias.
Quando fui lá, já tinha pesquisado o tratamento que eu queria fazer que foi a Carboxiterapia, então já fui focada no que eu queria fazer, mas tem vários outros tipos de tratamentos estéticos, inclusive outro que eu posso falar em outro post, que eu também fiz lá.
Mas enfim.. O tratamento é feito em de sessões quinzenais, no dia da avaliação marquei a primeira seção pra dar inicio ao tratamento.
As sessões tinham o valor de R$150,00 cada, quando eu fiz, e no meu caso, não tinha um número certo de sessões, eu iria fazendo, e no decorrer do tratamento a médica veria a resposta da minha pele.

Carboxiterapia


A carboxiterapia é um tratamento estético realizado através da infusão de gás carbônico em diferentes camadas da pele.
Ela feita com o uso de um aparelho acoplado a um cilindro de gás carbônico medicinal. Este equipamento regula a vazão do gás (que pode atingir, no máximo, 80ml de gás por minuto) para uma seringa com agulha de calibre mínimo. 
SIM! São agulhadas! Eu já sabia que seria, mas só consegui sentir medo só na hora.



Quando a mulher começou, foi dor média, mas depois da 8º agulhada eu já estava em prantos chorando, que não ia consegui fazer o tratamento, e era só o primeiro lado da bunda. Com muito choro e suor, terminei os dois lados! A dor não está na agulhada, está no gás entrando na pele, e não é só uma agulhada, são umas 3 em cada estria, então como tenho muitas, já viu né! Não é querendo assustar quem pretende fazer, mas eu realmente senti muita dor, com esse tratamento. 
No tratamento o gás carbônico atua dilatando os vasos sanguíneos e estimulando a formação de novos vasos sanguíneos, promovendo melhor irrigação de sangue nos tecidos e, consequentemente, melhor oxigenação da região tratada. O gás carbônico atua também no rompimento de fibroses do tecido subcutâneo. Alguns estudos mostram o favorecimento de formação de colágeno e elastina e efeito lipolítico (quebra das células de gordura) decorrente da carboxiterapia. Resumindo toda essa linguagem técnica, kkkkkkk, ele faz como se fosse, um "agente rejuvenecedor", ele melhora a aparência da pele, em alguns casos pode até "sumir" totalmente as estrias. 
Mesmo tendo feito 1 só sessão, acho o tratamento muito bom, e como a doutora mesmo disse, ele tem um resultado muito bom. Já vi vários antes e depois, de pessoas na internet que realmente tiveram um resultado muito bom.
Eu não dei continuidade ao tratamento porque não iria aguentar, eu conversei com a minha doutora e ela indicou outro tratamento, um menos invasivo, que eu posso falar em em outro post. 

Resultado


Mesmo com 1 sessão, eu consegui ver "algum" resultado, vi uma mudança na pele, algumas estrias começaram a diminuir a textura, essas mais escuras da parte de cima da bunda, se eu tivesse continuado, teria um resultado muito bom. 


Essa foto de antes e depois, tem mais ou menos, o intervalo de 9 meses, porque eu tinha desistido já de fazer o post, sobre, mas depois de um tempo resolvi fazer! Não dá pra ver a diferença, por causa da interrupção do tratamento, a diferença mesmo, só deu pra sentir pessoalmente, com o toque. Porque visualmente não mudou muita coisa!
Vale lembrar que a estria é uma cicatriz, ou seja, dependendo do grau dela, ela não some por completo, mas dá uma boooa melhorada na pele, que quase não dá pra ver!
Eu continuo com elas, porque parei esse e o outro tratamento, mas assim que eu puder vou investir nisso de novo, pra poder ver um resultado. Agora eu estou investindo em fotodepilação, um tipo de depilação "definitiva", que se vocês quiserem posso fazer um post também.
Bom, espero que vocês tenham gostado do post, se vocês quiserem que faça o outro post, falando do outro tratamento que eu fiz nas estrias, é só falar aqui nos comentário,que eu faço.
Me contem aqui também, se algum de vocês já fizeram esse ou outro tratamento para estrias, me contem as experiências de vocês. Me indiquem tratamentos!
Não esqueçam de se INSCREVER AQUI, e me acompanhar nas redes sociais, pra ficar sempre atualizado!
Beijos e até a próxima..

Nenhum comentário:

Postar um comentário